30 Dias de Oração Pelo Mundo Muçulmano

30 Dias de Oração Pelo Mundo Muçulmano – Dia 4

30 Dias de Oração Pelo Mundo Muçulmano

Todo ano, milhões de muçulmanos em todo o mundo separam um mês para cumprirem um dos 5 pilares do Islamismo, um mês inteiro de jejum, conhecido como Ramadã. Nesses dias, os muçulmanos que seguem esse ritual (cerca de 93% deles) levantam-se antes do nascer do sol para se alimentar, e ficam em jejum completo até após o pôr-do-sol, com um objetivo em mente: entregarem seus corpos ao seu deus, Alá, para se aproximarem dele e terem suas preces atendidas.

Há alguns anos, muitas agências missionárias tem se engajado, durante o Ramadã, a intercederem pelos muçulmanos, para que eles venham a conhecer o Deus verdadeiro, e venham a seguir aquele que chamam de profeta Isa, conhecido por nós como Jesus Cristo. Nosso objetivo não é que eles sofram, mas que venham ter suas vidas transformadas, como cada um de nós.

Este ano, o Projeto Flechas também lança o desafio de 30 dias de oração pelo mundo muçulmano. A cada dia, postaremos um motivo diferente, e desafiamos a cada um de vocês para gastarem alguns minutos orando por tantos perdidos que seguem essa religião que cresce com uma velocidade assustadora no mundo, inclusive no Brasil. Através da oração, podemos demonstrar nosso amor e carinho por cada um deles, demonstrando, assim, o caráter e o amor de Cristo por eles.

4º Dia: Afeganistão

Ore pelo Afeganistão.

A Constituição afegã afirma que o islamismo é a religião oficial do país, mas os seguidores de outras religiões têm o direito de professar sua fé e praticar seus ritos e cultos abertamente, desde que dentro dos limites impostos pela lei islâmica (Sharia). O cristianismo ainda é considerado uma religião ocidental e visto como algo hostil à cultura afegã, à sociedade e ao islã.

Não existem templos oficiais de igrejas; os cristãos não podem se reunir em público, nem mesmo os expatriados; os cristãos convertidos mantêm sua fé em segredo, uma vez que quem compartilha sobre sua fé enfrenta violência e ameaças de morte. 

Cidadãos do sexo masculino (com idade acima de 18 anos) e do sexo feminino (acima de 16 anos) – de mente sã, que tenham se convertido a outra religião que não o islã – têm até três dias para se retratarem de sua conversão, ou estarão sujeitos à morte por apedrejamento, à privação de todos os bens e posses e à anulação de seu casamento. O mesmo acontece quando o indivíduo é acusado do crime de blasfêmia. A conversão de um muçulmano a outra religião é considerada apostasia, sendo punível com a morte em algumas interpretações da lei islâmica no país.

Mesmo assim, muitos cristãos permanecem firmes em meio à forte perseguição e, apesar de todos os perigos, o cristianismo continua a crescer. 

“Eu não posso negar o nome do meu Salvador. A minha vida está a serviço apenas de Jesus Cristo, e se eu morrer irei para o céu, que é onde ele está. Estou 100% pronto para morrer”, diz um cristão afegão.

(Fonte: Portas Abertas)

  • Ore pelos cristãos afegãos, para poderem seguir ao nosso Deus em paz, sem medo de serem mortos pela sua conversão.
  • Ore pelos seus discipuladores, que tem a difícil tarefa de compartilhar a Palavra do Senhor, já que isso é uma prática ilegal na nação.
  • Ore pela igreja afegã, para que seja fortalecida com o amor de Cristo, e cheia do Espírito Santo.
  • Ore para que as vidas entregues dos mártires seja como um testemunho e um marco em cada cidade.
  • Ore por governantes que sejam contrários às leis que trazem perseguição e privação aos cristãos.
  • Ore pelos missionários, que recebam a provisão do Senhor, que tenham estratégias para progredirem em suas obras, que suas vidas sejam guardadas em segurança, que não se sintam sós.

Graça e paz.

Posted in Campanhas and tagged , , , , .

Deixe uma resposta