Extraordinária!

“Tocai a trombeta em Sião e dai voz de rebate no meu santo monte; perturbem-se os moradores da terra, porque o dia do Senhor vem, já está próximo; ² dia de escuridade e densas trevas, dia de nuvens e negridão! Como a alva por sobre os montes, assim se difunde um povo grande e poderoso, qual desde o tempo antigo nunca houve, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração.” (Joel 2:1-2)

Deus nos criou para sermos extraordinários. Isso é o que aprendi e sempre vou repetir. Todo aquele que é extraordinário não se encaixa nos padrões estabelecidos, não se adapta aos moldes dessa era. Antes, é diferente e faz a diferença – enquadra-se nos padrões de Deus, que são excepcionais!  Se a nossa geração foi chamada para ser uma geração poderosa, que está acima de todos os “modelos” previamente impostos pelo mundo, então há uma responsabilidade sobre nós: temos que dar, sempre, o nosso melhor em tudo o que fizermos, não podemos ser levados pela mediocridade e devemos refletir Jesus com a nossa vida.

Há muito a se falar sobre as características de alguém extraordinário e, atualmente, Deus tem levantado pessoas para anunciarem isto à nossa geração com muita autoridade e poder. Entretanto, quero apenas me ater ao fato de que, para vivermos os sonhos que Deus tem para nós, como “raça eleita, sacerdócio real, nação santa e povo de propriedade exclusiva do Senhor” (I Pedro 2:9), devemos entender que é necessário viver uma vida de intimidade e comunhão com o Pai, em humildade e adoração. Como poderemos fazer a diferença se não conhecermos ao Deus que é inigualável? Como poderemos emanar a essência de Cristo se não a tivermos impregnada em nosso ser? Por isso, devemos buscar ter um relacionamento íntimo com o nosso Deus e Pai e, assim, conhecê-lO cada dia mais. Quanto mais o conhecermos, mais íntimos ficaremos e, quanto mais íntimos, mais iremos querer conhecê-lO. Isso é maravilhoso!

Para que possamos cumprir a nossa missão, não podemos ser amigos do mundo, pois “a amizade do mundo é inimiga de Deus” (Tiago 4:4). A nossa paixão por Deus deve ser infinitamente maior do que por qualquer outra coisa que nos seja apresentada.

É necessário que nossa geração entenda que, para cumprir os desígnios de Deus, deve humilhar-se perante Ele e Seus propósitos. Nada do que possamos pensar ou planejar para nós mesmos pode ser capaz de se equiparar ao que Deus arquitetou para nós. Nada! O próprio Deus diz em Isaías 55: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos que os vossos pensamentos”. Quando entramos na presença de Deus com um coração humilde e quebrantado, reconhecendo que Ele é soberano sobre todas as coisas, nossas vidas podem ser moldadas conforme a Sua vontade, que é boa, agradável e perfeita, e, dessa forma, começa a ser impresso em nós o caráter de Cristo, que é o exemplo perfeito de alguém extraordinário!

Se queremos mudar as situações ao nosso redor, precisamos, primeiro, ser mudados. Se queremos ver pessoas se humilhando a Deus, precisamos, primeiro, nos humilhar diante d’Ele. Tudo começa conosco!

Posted in Artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor, complete a seguir: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.